sábado, 3 de dezembro de 2011

Chapada dos Veadeiros (Por Kkampus)

Chapada dos Veadeiros


Lua de São Jorge.

O frio...
Um detalhe na solidão que busco
Um paradoxo pra ser feliz
Lua ...
Um C que cresce
Se pondo num céu amplo
A terra, as escarpas
Bilhões de anos
Onde a luz se fez...
Horizontes, magmas, fogo,
Água despencando das pedras
Como eu ,resgatando
O ritmo...A vida tresloucada do poeta
Que teima
A trilha que trilha
Mostra no fundo
Que a outra d’arte é mais linda
Onde aerolions fazem-me mais perto do céu
Da parte, do tudo
Céu, estrela
Quase átomos e sua pele
Refletida nas gotas
Amálgamadas dos poços
E posso te mirar
E dizer, “teórizar”
Onde a realidade se virtualiza
Entendo...
Não há segredos
Somos sós, sóis
De um universo paradoxalmente infinito
E também só.