terça-feira, 29 de junho de 2010

Será se existe um deus do futebol? (Por Kkampus)


Será se existe um deus do futebol?

Na eliminação do Brasil na Copa de 82 (mas que cara chato! Que não esquece esse trauma) ,uma bola foi atrasada para Waldir Perez, nosso goleiro, que não conseguiu evitar a saída pela linha de fundo e daí resultou um escanteio que originou o terceiro  gol de Paolo Rossi, anunciando a tragédia do Sariá.
O detalhe do jogo da Itália contra a Eslováquia: no terceiro gol, uma bola foi atrasada e o goleiro italiano isolou a bola pela lateral, então o jogador eslováquio bateu o lateral na área e marcou o gol que desclassificou a Itália na primeira fase da Copa da Africa do Sul.Chorem bambinos!E sintam o gosto amargo da derrota. Voltem para Itália! Que suas mulheres os aguardam com seus lindos bordados, não tão longos, pois a guerra foi curta.
É uma grande bobagem falar dessas coincidências; quase me senti vingado, apesar de haver uma distancia enorme entre a Itália de agora e aquele timaço do Brasil de 82. Mas também se não levantasse essas questões transcendentais sobre a existência de um deus do futebol, o que mais poderíamos falar dessa copa paupérrima de melhores momentos?
Só apelando para os supostos deuses do futebol! E se fossemos pelo menos argentinos ou tivéssemos sua peculiar megalomania teríamos a certeza de sua existência : um deus torto chamado Maradona.   
Mas é tempo de fé, de figa, de tambores de mina. E que algum deus, mesmo o da mais infinita mediocridade, permita que esse nosso timinho, de futebol feio e pragmático, possa me banir pro inferno , a queimar minha língua, e nos fazer campeões!

Kkampus.