segunda-feira, 17 de maio de 2010

Religião e Prosperidade (Anastácio Soares)

Religião e Prosperidade.

Não devemos ser pessimistas
também não podemos simplificar a vida num tudo bem
ou faz de conta
com risos e alegrias fáceis.

O mundo roda.
A matéria se petrifica
e os defeitos do homem
insistem em nos convencer
da nossa infinita grandeza
A comorbidade nos arrebata
dos olhos e das mãos
a grandiosidade e generosidade do BEM.

A religião mofando
de promessas vãs
nos retira o direito da imaginação.
Faz-nos crer no poder da ambição.
Sem pátria, sem amor, sem paraiso
o homem perde o juizo
e ganha mais aflição.

A família é destruida
sem amor, sem paraiso
transforma a vida em mais
um oásis de diamantes
num imenso deserto de alucinação...







Anastácio,