terça-feira, 23 de setembro de 2008

Pensamentos alheios...? incertezas...? medo? não! acreditar em si mesmo é a alma do negócio. (P.Costa)

...Dia "Caloroso", pensamentos abruptos e serenos conforme o clima de absurdos de extrema intranquilidade da vida. É sexta-feira, dia após dias, meses se passando e nada de certeza das melhores formas e atitudes corretas para um dia melhor... Segundo pensamentos e confronto de idéias e ideais, o "velho" e o "novo" se corrompe em uma sociedade corrupta e cheia de hipocrisia vivida ao longo da moralidade e livre arbítrio, devido a democracia em que nos deparamos ao longo de nossa caminhada.

"O velho", ou seja, rotinas que vivem à acontecer de maneiras incertas, mas que, devido a comodidade do dia a dia, conforta e serve como um bonificador caloroso para um "Bem Estar" familiar e social. Certo disso, trazemos conosco medo e intranquilidade da vida incerta que o futuro nos guarda.

E o novo...!?

É "O novo", como já sabemos, é a vontade de criar, fomentar infinitas novidades, inovar... enfim, um valor real para suprir resultados positivistas. Bem, mas fora isso, temos que quebrar paradgmas e superar anciedades de dever cumprido ou a ser cumprido ao longo de uma jornada meticulosa do saber viver? ou saber resolver?... basta.

Verdadeiramente "o ser" espiritual/carnal manifestado de ambições, modismo e falta de interesse faz com que traga uma maneira mais pífia de tranformação humana, pois a humanidade carnal faz parte do meio como um todo, basta germinar interesses próprios para acontecer o desfrutil da mediocre pessoal.

UUFAAA! é cedo ainda, mas.... Acreditem em si, pois a paz espiritual alivia e nos conforta para o MUNDO chamado BRASIL, na qual há desigualdades, preconceitos raciais e impunidades que afloram no ímem categórico realista que cuja finalidade é defendida por poucos.

Aí vai meu caro amigo Henrique..... mais uma contribuição de uma mera pessoa que quer vê o mundo diferente... olhar pessoas que amem o próximo sem querer nada em troca... que quer pactuar sonhos e realizar benfeitorias..... sorrir por coisas simples que a natureza nos dá sem ônus...desfrutar de magias no âmbito cultural e social.

um abraço do Amigo (Paulo Ricardo)

Por (P.Costa)