terça-feira, 19 de julho de 2016

Ijahman levi

Are We A Warrior - O Segundo Álbum de Ijahman

Trevor Sutherland passou por várias provações na vida. Não seria nada fácil para ele seguir uma carreira artística. Sentenciado à prisão por três anos, Trevor aproximou-se do movimento rastafári, convertendo-se e mudando o nome para Ijahman Levi. Após sua saída da prisão em 1974, Ijahman mergulhou no estudo da bíblia, que seria alicerce em suas letras com grande teor místico-religioso. O cantor e compositor do clássico "Jah Heavy Load" assinou um contrato com a Island Records, lançando em 1978 o primeiro álbum, Haile I Hymn. No ano seguinte, com o sucesso de venda e crítica do debut, lançou o clássico álbum Are We A Warrior, álbum que será tema do presente texto.

A excepcional Are We A Warrior, um verdadeiro clássico do reggae, abre o segundo álbum de Ijahman, produzido por Geoffrey Chung. A letra meditativa de Are We A Warrior tem uma forte carga de paz e mansidão, convidando todos a refletir sobre as guerras e a violência. Além disso, o arranjo dessa canção é primoroso e hipnótico. Em São Luís do Maranhão (conhecida como Jamaica Brasileira), Are We A Warrior é batizada como o hino da Jamaica Brasileira. Em seguida, Moulding chega para levar qualquer indivíduo ao sétimo céu. A cadência é de seguir as batidas do coração. Vale destacar na canção os instrumentos de sopro. A espiritual "The Church", cantada em inglês e gueze, apresenta um reggae lento com direito a tambores Nyahbinghi e teclado melódico. Depois, "Miss Beverly" chega para conquistar de vez o ouvinte. É uma das mais belas canções de Ijahman. Na cadência da guitarra, Ijahman canta divinamente. A última faixa é "Two Sides of Love" é uma louvação ao amor, com Ijahman em seus melhores momentos no vocal.

Além de excelente cantor, Ijahman Levi é um compositor de mão cheia. As letras das canções de Ijahman transpiram paz e espiritualidade, espalhando vibrações positivas. Pode-se afirmar com segurança que Ijahman é uma das grandes lendas do reggae. Ainda na ativa, realizando shows por vários países e levando a mensagem do reggae, Ijahman está no panteão da música mundial.