terça-feira, 18 de novembro de 2014

RETROVISOR (Parte 1)






Até onde chega o homem. Afinal, onde o homem quer chegar?
Entramos na era da banalização, do tudo é normal, nada mais nos surpreende, O mundo acabou.
Considerando o caráter das pessoas, antes poderíamos dividir a sociedade em pequenas partes, que não é necessário aqui salientar, quem viveu lembra com saudades.
Hoje o que é uma triste realidade é sabermos que não se consegue mais classificar as pessoas tão facilmente. Ou seja, existem pessoas de todos os tipos. O desequilíbrio é geral, é infectante, é normal também.
E o tempo não para, é uma competição desenfreada para ver quem interpreta melhor, quem mata mais, quem sofre mais, quem mais faz sofrer, quem rouba mais...
Tem muito (a) filho da puta escondido atrás das moitas, praticando o mal contra seu próximo. Muitas vezes. pelo simples prazer mórbido de ver o outro sofrer.
Acreditem, promover o sofrimento alheio, causa um êxtase de prazer em seres assim. E sabe onde eles estão? Em todos os lugares, bem pertinho de mim, bem pertinho de você.
Essas pessoas são infelizes, não conhecem a lei do retorno, a lei da causa e efeito, não sabem DEUS...
Sem motivos, elas são perigosas. Com motivos, elas são demoníacas. Vitimizam um monte de pessoas e, nunca se dão por satisfeitas. São como políticos ladrões, seus cofres não tem medida.
Esses dementes diabólicos serão exterminados com a auto destruição.
O retrovisor, título desta postagem, é uma simbologia nesta primeira parte. Porém, como simbologia ou mesmo como um objeto com uma funcionalidade específica, voltará a ser tema principal na segunda parte. A equipe do Dr. Robert Oppenheimer, se diz arrependida da criação da bomba atômica. Alegaram que jamais imaginavam que resultaria naquilo tudo. E olhem que um dos maiores incentivadores foi o Einstein. Não é pra rir? Santos Dumont, também se arrependeu de ter criado o avião, pela forma que os mesmos foram usados na guerra. Dumont, fica tranquilo, nada a ver, culpa zero. O genial Santos Dumont, suicidou-se. Os inventores do espelho retrovisor, esses mesmos é que não tem culpa de porra nenhuma que acontece em função dos miseráveis o usarem como pretexto para praticarem o mal. Peço desculpa aos meus leitores, se por algum momento me perdi no texto, mas isso também é normal.   AGUARDEM A PARTE 2