quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A Trilha do Nico (Anastácio Soares)

A trilha do Nico.

A trilha do Nico
era só fumaça.
Nela via-se imagens de
foice, verdugo, carrasco.
Decapitar!
quando nãoi,
o sentido e a razão.

A fuma que embriaga
se esquivando e iludindo
é a adaga
que mata
atacando e invadindo.

Nico tinha paz.
teve, tinha não tem mais.
Tão curta quanto a adaga.
Perdeu-se na ilusão.
Aspirou demais
respirou veneno
não encontrou jamais
e ainda procurando

F O I - S E...