sábado, 15 de setembro de 2007

A importância da paciência.


Essa crônica foi um pedido da minha amiga e companheira, Adriana. Eu realmente não sei o que se passava em sua cabeça, quando me pediu prá escrever sobre a Paciência. Puxa será que ela quer saber o que penso sobre tal assunto, ou será que isso é muito importante para ela? Bem vamos lá. Acredito que a paciência estar diretamente ligada ao nosso estado de humor, não sei se ela determina o nosso humor ou o contrário. A paciência talvez seja a capacidade que temos em aceitar as coisas como elas são. É também a arte de saber esperar. A maior aliada da paciência é a perseverança, ou melhor explicando, não há perseverança sem paciência, mas há paciência sem necessariamente existir perseverança. Acredito que no horizonte da paciência infinita, reside a tão famosa "Esperança", aquela que costumeiramente dizemos que é a última que morre. Porém quando atingimos o ápice da paciência, descobrimos que essa mesma esperança não morre nunca. Aprendamos a desenvolver esse dom que existe em cada um de nós. Será com extrema alegria que colheremos os frutos nascedouros das sementes pacientemente plantadas por nós. As sementes da Paciência serão colhidas em forma de sucesso, fortalecimento da personalidade, equilíbrio, fé e força espiritual. A paciência é portanto a fronteira entre o viver bem e o viver plenamentemente melhor. Abençoados sejamos nós a quem o tempo mostrou que é preciso ter paciência, que paciência é preciso